Na FPF
Federações de Alagoas, Ceará e Goiás visitam presidente Del Nero
Publicado em 18 de junho de 2012 às 15h53

Desde o mês de março quando José Maria Marin ascendeu ao cargo de presidente da CBF, após renúncia de Ricardo Teixeira, o cargo correspondente à vice-presidência da Região Sudeste encontra-se vago. A Federação Paulista de Futebol indicou o nome de seu presidente, Marco Polo Del Nero, para concorrer ao pleito.

O apoio das Federações dos Estados do Ceará, Alagoas e Goiás foi dado na tarde desta segunda-feira, após encontro realizado entre os presidentes na sede da FPF, em São Paulo.

Mauro Carmelio, presidente da Federação Cearense de Futebol, exaltou os anos de convívio e trabalho com a FPF. "Desde o início do trabalho de Marco Polo Del Nero firmamos excelente parceria. Ele é um exemplo de como comandar o futebol e nada mais claro que o futebol cearense demonstre seu apoio", disse.

Afirmando que ‘a maioria dos nordestinos está com Del Nero’, Gustavo Cantas Feijó, presidente da Federação Alagoana de Futebol, ressaltou seu apoio à causa. "Apoiamos Marco Polo na eleição para o cargo de vice-presidente da Região Sudeste. Ao lado do presidente Marin, ele vem fazendo um grande trabalho pelo futebol. Sendo assim, não temos motivo de não estar ao lado dele neste momento", concluiu.

Outra presença importante a deixar seu voto a Marco Polo Del Nero foi André Luis Pitta, presidente da Federação Goiana de Futebol. Pitta ressaltou a importância do futebol brasileiro estar unido e a experiência e sucesso de Del Nero frente à FPF. "O Presidente Marco Polo é uma unanimidade entre as 27 federações. Será uma excelente representação que teremos. Desde o primeiro momento o futebol do Centro-Oeste fechou com o presidente da Federação Paulista de Futebol e com o presidente José Maria Marin. Por São Paulo ter o maior campeonato estadual do país, sempre dá para encontrar boas medidas e levá-las para o futebol brasileiro, e essa experiência acaba sendo fundamental para que essas medidas sejam aproveitadas no futebol nacional".

O encontro desta tarde também contou com o apoio dos presidentes de Corinthians, Mário Gobbi, Palmeiras, Arnaldo Tirone, Guarani, Marcelo Mengoni, Ponte Preta, Marcio Eduardo Della Volpe, e Portuguesa, Manuel da Lupa.

Para alcançar o posto de Vice-Presidente da Região Sudeste da CBF, o candidato deve conseguir o apoio de oito Federações e cinco clubes filiados que disputem a Série A do Campeonato Nacional.

Apoio dos clubes

O presidente do Corinthians, Mario Gobbi, ressaltou o trabalho que vem sendo feito pelo presidente Del Nero à frente do futebol paulista. “Ele tem um currículo no futebol, fez uma reengenharia arbitral, modernizou o Campeonato Paulista, trouxe inovações copiadas no mundo e, por isso, preenche os requisitos necessários para a vaga de vice-presidente da CBF. Desejamos sucesso nas eleições num momento sensível do futebol onde teremos a Copa de 2014. Acho o homem certo para o lugar certo e espero que ele seja feliz”, disse o dirigente corintiano.

Manoel da Lupa, presidente da Portuguesa, concorda com Gobbi. “Está sendo feito um grande trabalho em São Paulo, e nós apoiamos o presidente Marco Polo para o cargo de vice-presidente da região Sudeste por isso. São Paulo tem feito mudanças positivas na área de arbitragem, criando ouvidorias, entre outras medidas e é importante o estado estar bem representado”, falou o mandatário da Lusa.

Para o presidente Marcio Della Volpe, da Ponte Preta, o fato de seis times paulistas disputarem a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro é a prova da excelência da administração de Marco Polo Del Nero. “São Paulo tem o campeonato mais organizado do país, e seis dos clubes estão na Série A, o que mostra um trabalho de base bem feito no estado”, disse Della Volpe, que prosseguiu. “É motivo de orgulho e satisfação saber que quem dirige tão bem o futebol paulista vai poder exercer essa função junto à CBF, e iremos dar todo apoio ao presidente Marco Polo”, ressaltou.

Para Arnaldo Tirone, presidente do Palmeiras, os anos de Marco Polo à frente da FPF credenciam o dirigente ao cargo. “O trabalho que vem sendo desenvolvido aqui na Federação  é exemplar. E ficamos felizes por as coisas estarem tranquilas, um ambiente tranquilo, trabalho sério, isso é o mais importante”, afirmou.

Tirone também destacou o momento vivido na entidade máxima do futebol brasileiro desde a mudança de seu presidente. “Acho que hoje tem uma tranquilidade na CBF. A CBF está aberta, com uma nova dinâmica de trabalho, e o presidente Marin também vem exercendo com bastante diplomacia a presidência da CBF, e o Marco Polo vem a engrandecer mais ainda a CBF com a vice-presidência da Região Sudeste”, completou.

Finalista do Paulistão Chevrolet 2012 com o Guarani, o presidente Marcelo Mengoni revelou além do apoio, detalhes da conversa. “Havia falado com o presidente Marco Polo durante a semana que vinha fazer uma visita aqui e apoiá-lo. Gosto muito de vir até aqui, até porque sou muito bem atendido por todos. Além dessa reunião com os outros presidentes também vim conversar com ele a respeito dos próximos meses da Série B”, concluiu.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE