Santos Futebol Clube
Libertadores
Fora de casa, Santos perde para o Velez Sarsfield (ARG)
Publicado em 18 de maio de 2012 às 00h01

Depois da conquista do Campeonato Paulista, o Santos voltou a campo na noite desta quinta-feira (17), no Estádio José Amalfitani, em Buenos Aires (ARG), e acabou derrotado pelo Velez Sarsfield por 1 a 0, em duelo válido pela partida de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América.

Com a vitória, o time argentino joga por um empate no jogo de volta para avançar às semifinais da competição. Já o Peixe precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar à próxima fase, ou uma vitória por 1 a 0 para levar a decisão para os pênaltis.

Jogando em casa, o time argentino começou a partida tentando pressionar o Santos, que se posicionava para jogar nos contragolpes. A primeira boa oportunidade do Vélez veio no arremate de Martínes, aos 11 minutos, que Rafael defendeu com segurança.

O Peixe respondeu aos 19, no chute de fora da área de Ganso que Barovero se esticou todo para fazer a intervenção. Aos poucos, o time da Vila Belmiro conseguiu equilibrar as ações, mas tinha dificuldades para chegar ao gol adversário. Mais perigoso, o Vélez quase abriu o placar aos 31, no chute cruzado de Fernández com brilhante defesa de Rafael.

Com mais volume de jogo, o time da casa inaugurou o marcador. Após cruzamento de Papa pela esquerda, Obolo desviou de cabeça para vencer Rafael e colocar o Vélez em vantagem, aos 36 minutos. Depois do gol, o jogo ficou truncado e o time argentino levou a vantagem para o intervalo.

O time brasileiro começou o segundo tempo no ataque. Aos cinco minutos, Elano cobrou escanteio fechado e quase marcou gol olímpico, mas Barovero espalmou. Numa cobrança de escanteio, o Vélez quase ampliou no cabeceio de Obolo que passou tirando tinta da trave de Rafael.

Aos 21, após boa trama do ataque dos donos da casa, Martínez cruzou para Fernándes, que pegou de primeira e exigiu ótima defesa do arqueiro santista. Oito minutos depois, Muricy colocou Felipe Anderson no lugar de Elano. Apesar da mudança, o jogo seguiu truncado e o Vélez Sarsfield saiu de campo com a vitória.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (24), desta vez na Vila Belmiro.

Ficha técnica

Velez Sarsfield 1 x 0 Santos

Árbitro: Carlos Amarilla (PAR/FIFA);
Assistentes: Rodney Aquino (PAR) e Dario Gaona (PAR);
Quarto árbitro: Julio Quintana (PAR);
Data: 17 de maio, às 22h; 
Local: Estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, Argentina.

Velez Sarsfield: Barovero; Peruzzi, Cubero, Sebá e Papa; Augusto Fernández, Cerro (Canteros), Zapata e Cabral (Bella); Martínez (D. Ramirez) e Obolo.
Técnico: Gareca.

Santos: Rafael; Henrique, Edu Dracena, Durval e Juan; Adriano, Arouca, Elano (Felipe Anderson) e Ganso; Neymar e Alan Kardec (Borges).
Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Obolo (VEL), aos 36’ 1T.

CA: Papa, Peruzzi, Cerro (VEL), Juan, Rafael, Neymar, Adriano, Edu Dracena (SAN).

Ficha Técnica
Presidente
Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro
Endereço
Rua Princesa Isabel, 77 CEP 11075-501 - Santos -
Telefone: 13 3257-4000

Web Site Oficial
www.santosfc.com.br


Fundação
14/04/1912
Estádio Mandante
Vila Belmiro
Estádio Urbano Caldeira
Santos
Mascote

Pode parecer contradição, mas a escolha da Baleia, um mamífero, para representar um clube que tem o apelido de peixe faz sentido. Primeiro, porque a Baleia representa o maior animal marinho e, depois, porque a Orca é uma espécie que pode ser encontrada no litoral santista durante seu fluxo migratório. Além das cores branca e preta do animal, o que realmente identifica a Baleia como símbolo do Santos é a força similar de sua torcida.

Recentemente, a mascote foi reestilizada, ganhou um nome – Baleião – e  companhia, o Baleinha. Quando do apelido de peixeiros recebido em 1933, no primeiro ano de profissionalismo do nosso futebol, por torcedores de São Paulo, não é demérito, mas honra para os moradores da cidade praiana.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE