Arbitragem

FPF cria modelo inédito de licenciamento de árbitros do futebol paulista

Publicado em 12 de janeiro de 2018, às 17h30

O Departamento de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol implantará o inédito Programa de Licenciamento de Árbitros, modelo de rankeamento inédito no Brasil e no mundo, que será implantado a partir desta temporada.

O projeto substitui o modelo atual, e classificará os profissionais de acordo com o desempenho, dividindo-os nas categorias: Básico, Licença C, Licença B, Licença A e Licença Pro. No modelo atual, os árbitros são promovidos apenas com base na quantidade

Agora, o licenciamento dos árbitros será realizado mediante acompanhamento direto ao longo de toda temporada, com observadores em todas as partidas, além de 20 critérios físicos, técnicos e psicológicos avaliados ininterruptamente durante o ano.

Além de treinamentos práticos e teóricos, específicos e individualizados, os árbitros e assistentes serão monitorados por meio de um novo sistema de GPS, o mesmo que atende as principais ligas e clubes do mundo, e que fornecerá detalhes de cada profissional.

Cada uma das faixas de licença terá uma nota mínima a ser cumprida pelos árbitros e assistentes a cada partida. Apenas ao final da temporada, mediante o cumprimento de pré-requisitos, o árbitro ou assistente poderá requerer a promoção para uma licença superior.

“O objetivo é trazer novas qualificações e avaliações nas diferentes áreas, para alcançar a regularidade e excelência. Teremos uma evolução por qualidade”, afirma Dionísio Roberto Domingos, diretor do Departamento de Arbitragem da FPF.

Penalty Academia Kappa Sky Canon Sicredi Eurofarma Bet90 Gafisa